Eu pensei que estava tudo bem...


Tenho ouvido muitas histórias, daquelas que não vão parar ao mural do Facebook ou ao Instagram. Histórias que me fazem admirar o talento que temos para fingir que está tudo bem, que está tudo fixe.  

Com base neste pensamento escrevi as frases que se seguem.





Eu pensei que estava tudo bem, quando perguntei por ela e me disseram que estava no hospital com um esgotamento nervoso.

Eu pensei que estava tudo bem, quando lhe pedi uma boleia e ela acabou por me contar sobre os anos de terapia e de medicação.

Eu pensei que estava tudo bem, quando recebi uma mensagem dela: "Preciso de falar. Sinto-me completamente sem rumo!"

Eu pensei que estava tudo bem, quando a sua voz cansada me falou dos desafios da maternidade, da solidão da maternidade. 

Eu pensei que estava tudo bem, quando ela me falou do seu divórcio, da violência que sofrera durante anos.

Eu pensei que estava tudo bem, quando ela me confessou do hábito de ser traída, do hábito e da aceitação de ser traída.

Eu pensei que estava tudo bem, quando soube dos seus problemas de fertilidade.

Eu pensei que estava tudo bem, quando ela me falou que afinal o Natal em família tinha sido uma desgraça.

Eu pensei que estava tudo bem








Quando terminei estes pensamentos, pensei para mim:"como é que vou ilustrar este post?" Lembrei-me então de um trabalho que fiz na London College of Fashion e fui procurar umas fotografias tiradas por Kate Butcher.

No comments

Post a Comment

© Chez Lili

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Professional Blog Designs by pipdig